quinta-feira, 6 de agosto de 2009

O que é mantra?

Mantra pode ser traduzido como vocalização. Compõe-se do radical man (pensar) + a partícula tra (parar, cessar, instrumento, suspender). Mantra é muito utilizado para se alcançar a “supressão da instabilidade da consciência”, denominada intuição linear ou mais popularmente conhecida como meditação. Vale a pena registrar que a palavra man em inglês (o sânscrito influenciou praticamente todas as línguas modernas, inclusive o português) significa homem, que nada mais é do que o ser pensante, aquele que pensa.

Em um sentido mais amplo, pode ser qualquer som, sílaba, palavra, frase ou texto, que de­tenha um poder específico. Um nome pode ser um mantra, já que representa grande parte da personalidade do indivíduo.

Ao longo dos anos sendo praticado por mestres ancestrais, observou-se que não é necessário saber o significado das palavras, pois é através da energia sonora que movimenta o corpo que a vocalização se torna poderosa. Portanto é de suma importância que o iniciante aprenda-os por meio de um Instrutor formado, vocalizando de forma correta e para obter os efeitos almejados.

Num sentido ortodoxo, esta técnica pode ser utilizada apenas em uma língua morta, a qual não sofra mais deturpações modernas, assim o mantra pode permanecer inalterado eternamente.

Na linhagem TantraSámkhya deve ser somente em sânscrito, língua da Índia Antiga, proveniente do troco linguístico indo-europeu. Desta forma, o praticante se familiarizará com a egrégora e acessará registros no inconsciente coletivo daquela linhagem, DakshinachatántrikaNiríshwarasámkhyaYôga. Dessa maneira o mantra se tornará cada vez mais poderoso, pois permanecerá por milênios sendo executado por milhares de praticantes, com a mesma letra, mesma melodia, sem deturpações, o que ficará muito mais forte no inconsciente coletivo da humanidade.

Como disse o Mestre Carlos Cardoso:

Mantras são estruturas sonoras produzidas pelas cordas vocais, uma verdadeira alquimia de vibrações elaboradas pelos sábios da antiga Índia e que proporcionam efeitos sobre as áreas física, energética, emocional e mental do Homem e da Natureza. Contudo, os mantras só produzem qualquer efeito se forem executados de uma forma estritamente correta segundo ensinamentos que, por motivos óbvios, só podem ser transmitidos sob a orientação direta de um Mestre. Como dizem os hindus, mantra não é música, portanto, não pode ser aprendido por meio de pauta musical.

2 comentários:

Bruxinhachellot disse...

Gostei de seu texto. Ando lendo contos japoneses e fala-se muito de mantras cantados por monjes.
Beijos doces.

Lyra disse...

Gate Gate Pāragate Pārasamgate Bodhi Svāhā :)))))

Adorei o seu Blog.

Voltarei com toda a certeza!

;)

Lyra